Com quase 100 mil mortos, país começa a achatar a curva de contágio da covid-19

O país registrou nesta segunda, 3, 572 mortes decorrentes da covid-19, além de 18.043 novos casos de pessoas infectadas. Com isso, o total de óbitos desde o início da pandemia sobe para 94.702 óbitos e o número de infectados ultrapassa a marca dos 2.751.665 pelo novo coronavírus.

Os dados são do boletim do consórcio de veículos de imprensa formado por O Globo, Extra, G1, Folha de São Paulo, UOL e Estado de São Paulo com informações das secretarias de saúde dos estados. A iniciativa dos órgãos de imprensa foi a partir das dificuldades que o Ministério da Saúde apresentou para divulgar as informações sobre a pandemia.

Por outro lado, a curva da pandemia começa a dar sinais de achatamento em alguns estados da federação, uma vez, que em nove deles, houve queda do número de mortos em comparação aos últimos 14 dias, conforme dados levantados pelo consórcio, nesta segunda, 3; enquanto em apenas seis, houve aceleração na média móvel de mortes.

A região Norte (-43%) foi a única a registrar queda no período. Centro-Oeste (+3%), Nordeste (- 15%) e Sudeste (-3%) tiveram estabilidade e Sul, com alta nos três estados, apresentou uma subida de 35% nos números. O país se manteve estável (oscilação de -5% em 14 dias) mesmo apresentando queda na média móvel para 995 mortes/dia.


Postar um comentário

Que tal deixar um comentário?

Postagem Anterior Próxima Postagem