Justiça manda TV Globo transmitir Botafogo X Fluminense, domingo, 5.

O conturbado campeonato carioca de futebol caminha para o desfecho final. Mas as emoções ficam mais por conta de fatores extracampo que o próprio futebol praticado pelos jogadores. Depois de romper unilateralmente o contrato de transmissão dos jogos com Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e os 11 clubes que disputam a competição, a TV Globo foi obrigada por uma liminar da justiça comum a transmitir a partida entre Fluminense e Botafogo, no próximo domingo, às 16 horas. 5, no estádio Nilton Santos.

                                                                                              Reprodução internet

                                                     Botafogo x Fluminense será no Nilton Santos

 A partida é uma das semifinais da Taça Rio, segundo turno do campeonato. A outra partida será entre Flamengo x Volta Redonda, na mesma hora, mas o Flamengo e a emissora do Jardim Botânico não chegaram a um acordo para a transmissão dos jogos.

 

A TV Globo, que tinha os direitos de transmissão dos jogos dos demais clubes, através de seus canais SporTv e Premiere, além do canal aberto da emissora, anunciou a suspensão da veiculação das partidas do campeonato, através de uma nota na última quinta-feira, 2, pegando todos de surpresa. Na quarta-feira, 1, o Flamengo havia transmitido seu jogo contra o Boavista, deixando os dirigentes da emissora dos Marinho irritados. Em represália, a Globo suspendeu a transmissão da semifinal e da final, embora tenha alegado outros motivos.

 

No entendimento da emissora, teria havido quebra de vínculo com a exibição da partida contrato por parte do Flamengo pela FlaTV. O time da Gávea, por seu lado, alega que se baseou na Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, que altera a relação de direitos de transmissão do esporte brasileiro. De acordo com o documento, a exibição de uma partida passa a ser de responsabilidade do mandante do evento, e não das duas entidades envolvidas.

 

Na verdade, a MP editada pelo Executivo Federal é mais um episódio da difícil relação TV Globo-Bolsonaro. O presidente do Flamengo Rodolfo Landim embarcou na onda bolsonarista, tendo inclusive, convidado o Presidente para assistir jogo do Flamengo na reabertura do campeonato carioca. Bolsonaro só não foi por causa dos últimos acontecimentos que agitaram Brasil nos últimos dias como a questão do ministro da Educação e as pressões das investigações das "Fakes News" pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Os personagens que operam a política nacional neste momento, não se aperceberam que a mistura da politica com o futebol nunca deu samba. Os exemplos são tantos que nem dá pra citar aqui, mas eles acabam esquecendo, repetindo as velhas práticas e caindo nas mesmas armadilhas. O maior perdedor acaba sendo o público em geral, o brasileiro comum que acredita na pureza do futebol a exemplo da sua dedicação ao clube de coração.



Postar um comentário

Que tal deixar um comentário?

Postagem Anterior Próxima Postagem