Globo confirma transmissão do jogo Flu X Bota, neste domingo, 5, pela semifinal do carioca

A TV Globo confirmou neste sábado, 4, que fará a transmissão do jogo Fluminense x Botafogo, neste domingo, 5, às 16 horas (Brasília), no estádio Nilton Santos, pela semifinal do campeonato carioca, em todas as suas plataformas. A emissora cumprirá a determinação da 24ª. Vara Cível do Rio de Janeiro, que concedeu liminar a favor da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para fazer a transmissão do jogo, mas disse que recorrerá.

A partida é uma das semifinais da Taça Rio, segundo turno do campeonato. Flamengo e Volta Redonda fazem a outra partida, no mesmo horário no Maracanã. Flamengo e Fluminense jogam pelo empate para se classificarem à fase final. Caso o Flamengo vença o segundo turno será campeão da competição por ter vencido o primeiro turno.

A TV Globo, que tinha os direitos de transmissão dos jogos dos demais clubes, através de seus canais SporTv e Premiere, além do canal aberto da emissora, anunciou a suspensão da veiculação das partidas do campeonato, através de nota oficial na última quinta-feira, 2, pegando todos de surpresa. Na quarta-feira, 1, o Flamengo havia transmitido seu jogo contra o Boavista, deixando os dirigentes da emissora dos Marinho irritados. Em represália, a Globo suspendeu a transmissão da semifinal e da final, embora tenha alegado outros motivos.

No entendimento da emissora, teria havido quebra de vínculo com a exibição da partida contrato por parte do Flamengo pela FlaTV. O time da Gávea, por seu lado, alega que se baseou na Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, que altera a relação de direitos de transmissão do esporte brasileiro. De acordo com o documento, a exibição de uma partida passa a se de responsabilidade do mandante do evento, e não das duas entidades envolvidas.

Na verdade, a MP editada pelo Executivo Federal é mais um episódio da difícil relação TV Globo-Bolsonaro. O presidente do Flamengo Rodolfo Landim embarcou na onda bolsonarista, tendo inclusive, convidado o Presidente para assistir jogo do Flamengo na reabertura do campeonato carioca. Bolsonaro só não foi por causa dos últimos acontecimentos que agitaram Brasil nos últimos dias como a questão do ministro da Educação e as pressões das investigações das Fakes News pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Os personagens que operam a política nacional neste momento, não se aperceberam que a mistura da política com o futebol nunca deu samba. Os exemplos são tantos que nem dá pra citar aqui, mas eles acabam esquecendo e repetindo as velhas práticas e caindo nas mesmas armadilhas. O maior perdedor acaba sendo o público em geral, o brasileiro comum que acredita na pureza do futebol a exemplo da sua dedicação ao clube de coração.

A Globo não fala, mas está claro que, a transmissão da partida entre Fluminense e Botafogo não representa apenas o cumprimento da determinação judicial, mas principalmente, “um tapa” no Flamengo.


Veja a nota da Globo na íntegra:

 

"A Globo rescindiu essa semana o contrato para a transmissão do Campeonato Carioca pela violação dos seus direitos de exclusividade, mas recebeu ontem à noite uma ordem judicial que a obriga a transmitir os jogos sobre os quais tinha direito quando o contrato estava em vigor. A Globo vai recorrer da decisão, mas, em respeito à Justiça e aos Clubes, dos quais é parceira histórica, vai transmitir a partida de amanhã entre o Fluminense e o Botafogo pela semifinal da Taça Rio, na TV Globo, no SporTV e no Premiere. A Globo esclarece que os clubes são livres para transmitir seus jogos ou autorizar que terceiros os transmitam, uma vez que o contrato foi rescindido. Para transmitir o jogo que acontece amanhã, às 16h, no Estádio Nilton Santos, a Globo está acionando um protocolo de urgência que garanta a logística para uma transmissão com o padrão de qualidade de sempre e que resguarde a segurança e a saúde das equipes de transmissão. A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, entende a sua importância para clubes, jogadores, marcas e torcedores e reitera a sua crença de que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros."

 


Postar um comentário

Que tal deixar um comentário?

Postagem Anterior Próxima Postagem