Estados Unidos proíbem entrada de brasileiros e OMS suspende testes com cloroquina

Dois dias após o Brasil ultrapassar a Rússia em número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, os Estados Unidos proíbem a entrada de viajantes brasileiros oriundos do Brasil. A medida assinada pelo presidente norte-americano Donald Trump foi anunciada neste domingo, 24. Trump já anunciara sua vontade em editar tal medida. O Brasil só perde agora para os próprios Estados Unidos em número de pessoas infectadas.

O panorama da covid-19 nas últimas 24 horas no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde é o seguinte: 22.666 mortes, 15.813 novos casos registrados, dentro de um universo de 363.211 pessoas infectadas. Destas, 149.911 foram recuperadas e 190.634 estão sendo acompanhadas.

Os Estados Unidos tem hoje um total de 1.686.436 pessoas infectadas, em que 99.300 morreram e 451.701 foram recuperadas.

Por outro lado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta segunda, 25, a suspensão temporária dos testes que vinha conduzindo com a cloroquina e a hidroxicloroquina por meio de uma articulação internacional conhecida como Solidariedade para uso no combate ao novo coronavírus.

                                                                                                          Reproduzida da internet/teste de vacina contra covid-19.

A decisão foi comunicada pelo diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus em coletiva à imprensa, a partir de decisão do grupo executivo da Solidariedade. De acordo com Ghebreysus a decisão foi orientada por estudo publicado pela revista inglesa “Lancet”, considerada maior publicação cientifica do mundo, na última sexta, 22.

A pesquisa teria sido realizada em 96 mil pessoas e demonstrado que a cloroquina e a hidroxicloroquina não só não apresentaram eficácia no tratamento da doença, como teria aumentado riscos de morte decorrente de arritmia cardíaca.


Postar um comentário

Que tal deixar um comentário?

Postagem Anterior Próxima Postagem